quarta-feira, 8 de Setembro de 2010

94 - OBRAS 2010



Três anos depois da edificação da Casa da Arruda, foi tempo de voltar às obras e efectuar alguns melhoramentos exteriores. Resumidamente, estes consistiram na substituição do deck da cobertura (que depois de uma vida de bons serviços já apresentava sinais de degradação - ver post 61) e na construção de um acesso “válido” à mesma.

O novo deck é uma vez mais em madeira de Pinho nacional vinda da mesma serração Madol (ver post 04 e post 20) de onde provieram as restantes madeiras usadas na Casa. Contudo, desta feita os dois malotes de madeira passaram pelo tratamento em autoclave com Tanalith E (ver post NP4, sobre tratamentos de madeira), um veneno para os agentes deterioradores que decerto prolongará por alguns anos a vida do Pinho exposto ao ambiente exterior.




O acesso à cobertura resolveu-se com uma ponte em rampa com estrutura metálica. Esta ponte parte duma pequena plataforma, localizada à sombra dos três famosos carvalhos que dão cenário à Casa, e chega ao deck pela fachada de tardoz, a Nordeste. Quer a ponte quer a plataforma são revestidas pelo mesmo soalho em deck da cobertura. Ligando estes elementos uns aos outros e a bem da segurança, aplicou-se uma guarda metálica muito ao estilo “modernista”.

O caminho até à plataforma é talhado no terreno natural, um talude, que começa no igualmente novo arranjo exterior das traseiras da Casa. O pequeno espaço de estar para onde desemboca o portão de tardoz da Casa está agora saneado com deck. A rematar o topo do muro de betão que delimita este espaço de deck, montou-se um banco feito com a mesma madeira e equipado com uma tampa para servir de arrumo de lenha.


















2 comentários:

Rui Pedro Lérias disse...

Agora sim, as obras são reais! Obrigado, Francisco!

Anónimo disse...

Hello,

This is a inquiry for the webmaster/admin here at planob-arruda.blogspot.com.

Can I use part of the information from this blog post right above if I provide a link back to this site?

Thanks,
Thomas