quarta-feira, 11 de abril de 2007

08 - A PRIMEIRA PEDRA

O primeiro dia de obra foi literalmente ocupado a assentar uma pedra, uma pedra artificial. Instalou-se um murete em betão contendo as infra-estruturas técnicas necessárias para receber as ligações às redes públicas de água e electricidade e respectivos contadores – a caixa do correio também lá encontrou o seu lugar.
A peça foi pré-fabricada em Ourém nos estaleiros dos empreiteiros irmãos Faria e foi pousada ‘com souplesse’ na entrada do terreno.

5 comentários:

sandra pereira disse...

a primeira pedra de muitas mais, nesta e noutras obras. parabéns.

a ver se dou uma saltada na obra para tirar fotos :)

Martina disse...

Que fixe! Mts parabens e boa sorte... ;)

Ricardo Espírito Santo disse...

Que grande Maravilha.

Não só o processo de licenciamento foi rápido (para área de REN), como já estão ligados ao encantador mundo das infraestruturas.

Óptimas notícias.

Prometo visitar este weblog amiúde e ver se o dou a conhecer a outros, pois a frequência está fracota.

Que seja de facto uma pedrada no mundo da betonização padronizada.

. disse...

E que pedra, men! Felicito-vos pelo sentido cabalístico. Um abraço, especialmente ao Gama, cujo trajecto ronda a cereja.

Patrícia Bruno disse...

Caros colegas: parabéns pelo projecto (e pelo diário de obra, que promete)!
Boa sorte para a obra, que vai com certeza correr bem, no que depender do vosso contributo!
beijinhos,
Patrícia